segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Um ano de trabalho...

… como tradutor. Sem parar.

Com estes nove, já vai em 82 (oitenta e dois) o número de livros que traduzi (e que estão todos publicados) desde 2007.



In stillen Nächten, Till Lindemann (Nas Noites Tranquilas, Alma Mater, 2018), traduzido do alemão.

The Story of the Jews – Belonging, Simon Schama (A História dos Judeus – Pertença, Temas e Debates/Círculo de Leitores, 2018), traduzido do inglês.


Der Hinrichter, Helmut Ortner (O Executor, Alma dos Livros, 2018), traduzido do alemão.


Grave New World: The End of Globalization, the Return of History, Stephen D. King (Lamentável Mundo Novo, Temas e Debates/Círculo de Leitores, 2018), traduzido do inglês.

Last Time I Lied, Riley Sager (Duas Verdades e uma Mentira, TopSeller, 2018), traduzido do inglês.

Age of Anger, Pankaj Mishra (Tempo de Raiva, Temas e Debates/Círculo de Leitores, 2017), traduzido do inglês.


The Square and the Tower: Networks, Hierarchies and the Struggle for Global Power, Niall Ferguson (A Praça e a Torre, Temas e Debates, 2018), traduzido do inglês.

Untenrum glücklich, Oliver Gralla (Tudo Bem Aí Em Baixo?, Vogais, 2018), traduzido do alemão.

Die Kunst des guten Lebens, Rolf Dobelli (A Arte da Boa Vida, Temas e Debates/Círculo de Leitores, 2018), traduzido do alemão.

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Notas de prova (uma explicação)

As minhas notas de prova, que aqui vou publicando, estão associadas à minha coluna de opinião "Vinhos e Petiscos" no portal luso-brasileiro de informação económica Portugal Digital
As apreciações que faço baseiam-se na prova directa e os vinhos citados (e aqueles que não são citados por falta de qualidade ou de interesse) são escolhas pessoais que não estão dependentes de quaisquer ofertas comerciais. Se alguma existir, será devidamente assinalada.

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Da cabra já só resta o esqueleto

Passadas duas semanas e meia, da cabra já só resta o esqueleto. 
Pele, músculos, tendões, gordura - foi-se quase tudo e do seu volume resta uma enorme mancha escura no solo. 
Nesta região há aves de rapina (incluindo águias), gatos que já devem ser selvagens, raposas talvez, cães que podem pertencer a uma casa que fica no meio da serra, ou mesmo os que guardam o rebanho ou, possivelmente, cães que por aí vivem, abandonados, fugidos ou sabe-se lá mais o quê (impressão que tenho e que não é de agora).Todos, ou algum em especial, podem ter ido reclamar o seu bocado de cadáver. E mesmo o azougado Flipe, a que os donos pouco ligam, pode ter sido um dos comensais. 
A cabra que acabara de ser mãe, a defender orgulhosamente o seu cabritinho branco, ficou assim. 
A vegetação encarregar-se-á de engolir o que dela resta.
É, no fundo, o destino de todos nos: o nada.



terça-feira, 23 de outubro de 2018

Notas de prova



Quinta Brejinho da Costa - Tinto 2014 - Vinho Regional Península de Setúbal
Trincadeira, Syrah e Alicante Bouchet
Resignon, Companhia Agrícola e Gestão (Brejinho d'Água, Grândola)
14 % vol.
Bom!

Notas de prova


Adega de Penalva - Tinto 2015 Reserva - DOC Dão
Touriga Nacional, Tinta Roriz, Alfrocheiro e Jaen
Adega Cooperativa de Penalva do Castelo (Penalva do Castelo)
13% vol.
Muito bom.

Notas de prova



Dizem que é tinto - Tinto 2016 - Vinho Regional Península de Setúbal
Touriga Nacional, Aragonez e Castelão
Adega do Camolas - Camolas & Matos (Serra do Louro)
14% vol.
Bom!

Notas de prova



Visconde de Garcez - Tinto 2012 - DOC Douro
Tinta Roriz e Touriga Franca
Sociedade Agrícola Casa de Vila Nova (Penafiel) - Caves do Monte (Lousada)
13,5% vol.
Muito bom.

Notas de prova



Visconde de Garcez - Tinto 2016 - DOC Douro
"Castas mais tradicionais da Região Demarcada do Douro"
Sociedade Agrícola Casa de Vila Nova (Penafiel) - Carvalho Lima Wines (Matosinhos)
12,5% vol.
Interessante.

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Notas de prova


Ô Vignerons - Tinto 2017 - IGP Comté Tolosan
Syrah, Tannat e Cabernet Franc
Vignerons de Saint Sardos, Saint Sardo (França)
12% vol.
Interessante.
(Bebido no restaurante Barricot, Toulouse.)